Entrevista com a Cosplayer Samanta Bravin

1) O que te inspirou a começar a fazer Cosplay e qual foi o primeiro?
Eu sempre tive relação com o mundo geek e dos games, quando ia a casa dos meus primos sempre via eles jogando no emulador de gameboy ou até mesmo no nintendo 94 que eu levava até lá, mais adiante, comecei a assistir animes, a primeira interação com anime foi através da TV aberta mesmo, se não me engano foi InuYasha na Tv Globinho, dai em diante eu só fui assistindo mais e mais. Conforme meus gostos fiz muitas amizades, e através de uma delas comecei a ir em eventos por meados de 2011/2012. Foi aí que conheci os cosplayers. Ver o personagem que você tanto gosta no evento assim, pertinho de você é algo incrível! só depois, em 2014 eu encontrei um personagem que eu gostasse tanto a ponto de querer representa-lo em um evento: A Jinx do jogo League of legends.

2) Fale um pouco sobre você.
Meu nome é Samanta de Ávila Bravin, tenho 23 anos, moro no interior de São Paulo, espero me mudar para a capital em breve. Fiz faculdade de administração de empresas, e hoje em dia estagio no setor financeiro de uma câmara municipal. Adoro desenhar, adoro filmes/séries/animes de terror. Adoro animais (especialmente gatos).

3) Quando começou a fazer cosplay?
Como já dito anteriormente, comecei a ir em eventos em 2011/2012, mas somente em 2014, com o lançamento da personagem Jinx no jogo League of legends foi que comecei a fazer cosplay!

4) Sofre ou já sofreu algum preconceito por ser cosplayer?
Na primeira vez q fui fazer cosplay eu estava muito insegura, já que a roupa da personagem era bem curta, coisa que eu não tinha costume de vestir, e como toda boa virginiana (a loca dos signo) nada estava bom o suficiente, eu estava extremamente insegura, mas todos me receberam e interagiram muito bem! Apenas no segundo evento que fui também de Jinx escutei comentários bem chatos como “cosputa” (por conta da roupa ser curta), ou “A jinx não tem esse tanto de corpo”, me incomodaram um pouco na época mas nada que me fizesse desistir de ser cosplayer. No dia dia e no serviço todos lembram da mulher maravilha (já que agora está bem em alta) e gostam bastante, conversam sobre. Na internet já levaram o ato de fazer cosplay como vagabundagem para me atingir, coisa de gente invejosa, i think so.

5) Qual cosplay você ainda não fez e gostaria de fazer um dia?
Eu adoraria fazer a Bayonetta, eu sempre gostei de mulheres com sustância, com características fortes, e acho ela o máximo!

6) Qual cosplay que você já fez que mais gostou?
Eu acho que o primeiro cosplay ninguém esquece, hoje em dia pude aprimorar esse cosplay de Jinx o que me deixou muito feliz! Dentre os que eu mais gostei também se destacam a Caitlyn e atualmente a Ahri, todos do jogo League of legends.

7) Como seus pais reagiram quando você disse … vou fazer cosplay?
Eles achavam que era uma festa a fantasia, expliquei sobre os eventos logo em seguida. O dinheiro que me deram de natal e aniversário foi o bastante para fazer com meus amigos, meu primeiro cosplay. Sempre me ajudaram em algumas coisas, minha mãe agora, adora palpitar sobre o que está bom e o que pode ser melhorado, o próximo cosplay ou coisa do gênero, mas no começo não entendiam direito, já que não era algo ~comum~ na época. Mas posso dizer que foi bem aos poucos… no começo dos eventos eu ia de camiseta de banda ou anime, depois comecei a ir com uniforme escolar japonês, depois com algum acessório de anime, até vestida de “neko” e aos poucos até chegar em cosplay o que não foi um grande susto do nada pra eles.

8) Quem produz suas roupas de cosplay?
Meu primeiro cosplay foi feito por mim mesma, e alguns amigos. A parte dos acessórios, armas, estilização de peruca. Sobre tecido eu nunca soube como costurar ou coisa do tipo, passei por diversas cosmakers (todas elas não deram muito certo), e hoje em dia consegui uma cosmaker exemplar, em questão de costura só faço com ela, o nome dela é Sandra Langanke.

9) Quais são seus planos para o futuro na área?
Meus planos são manter os que eu ja tenho (Ahri e mulher maravilha), por que com estes eu consigo fazer alguns free lances em eventos ou empresas. Não tenho planos futuros no momento por que tenho outra prioridade, como ja havia dito vou me mudar pra capital, e até me estabilizar não sei quando será possível fazer novos próximos cosplays.

10) O que você sente quando esta de cosplay, qual a emoção?
Eu adoro ver as pessoas olhando pro personagem q elas tanto gostam, querendo fotos, interagindo, falando do personagem! Eu já estive no lugar delas e sei quanto é incrível isso! Posso dizer que ver cada sorriso, cada interação é algo maravilhoso!

11) Você sofre muito assédio do seu público em seus Cosplays?
Depende muito do cosplay em si, se houver decote ou roupa curta o pessoal costuma ser bem folgado, por isso é muito importante ter autoridade e impor limites, sem vergonha.

12) Já aconteceu algum fato engraçado em alguma apresentação?
Eu participei apenas de desfiles cosplay, mas nunca apresentações. Nos desfiles nunca aconteceu nada demais, até porque é bem rápido!

13) O que significa ser cosplayer pra você?
Ser cosplayer é amar o personagem que faz, amar tanto ao ponto de querer representar ele em um evento, querer entreter outras pessoas que amam ele tanto quanto você!

14) Que dica você daria para quem quer começar a fazer cosplay?
Primeiro, pesquisar bem cosmakers caso necessário: qualidade e preço. Segundo, não se importar com o que gente alheia tem a falar, não deixar que isso te abale, você não está ali só por eles, está ali por você, pelo personagem que você gosta. Não deixe coisas desse nipe te atingir, sorria e faça sorrir.

15) Deixe uma mensagem para seus fãs.
Não acho legal esse adjetivo “fãs”. Quem tem fã é gente famosa, e eu sou só uma garota do interior que faz o que gosta.
Muito obrigada a todos que acompanham o meu “trabalho” como cosplayer, espero que eu tenha levado um sorriso, ou melhorado o dia de vocês com algum post, comentário ou foto relacionado a algum personagem que vocês gostam! De coração, muito obrigada! ♥

Minhas redes sociais:

Confira algumas fotos de alguns Cosplays.

Nenhum comentario ainda.

Deixe uma mensagem

PORTALVERSUS

Somos gamers! Vivemos várias vidas numa só! Somos uma geração que cresceu inserida nas brincadeiras de competição com jogos eletrônico.

Tivemos o privilégio de conviver com aquela sensação gostosa de se superar ou vencer os demais colegas, de se destacar ou sofrer com fases e verdadeiramente, vivenciar diversas aventuras. O que somos? Somos uma equipe completamente apaixonados por Jogos.

Tweets

Brawl Stars | Conheça o novo Game da Supercell https://t.co/kIEp3M15gc https://t.co/zuzQTv4NW8
Os sete jogos mais rentáveis do Esports 2018 https://t.co/ccpjsP1O8r https://t.co/A2dlwhYhnm
Clash Royale | Assista ao torneio de colocação das finais mundiais https://t.co/16NVpOcOYv https://t.co/5G11gosWcJ

Flickr